vitrine-magickando

Magickando 02 – Como começar – Prático

Praise the Sun!

Magickando é o seu novo podcast sobre magia e capirotagem. Entenda finalmente sobre as artes ocultas de maneira clara, objetiva e descompromissada. Pelos olhos de Andrei Fernandes, Marcos Keller, Juliana Ponzilacqua, Livia Andrade e Vinicius Ferreira.

No episódio de hoje, indicaremos a maneira mais fácil de começar a praticar magia, tirar dúvidas e fugir de charlatões.

Nos siga nos Twitter e curta nossa página no Facebook.

Este podcast é um oferecimento Penumbra Livros;

Comentado no episódio:

 

Posts relacionados

Tags:, , , , , , , , , , , ,
Post anterior Próximo post
  • Juliana P.

    SUGESTÃO DE LIÇÃO DE CASA
    RGP – RITUAL GNÓSTICO DO PENTAGRAMA

    http://www.iot-sulamerica.com.br/liber-rgp/

    • Juliana P.

      Pequeno esqueleto para anotações no seu caderno/diário mágico/grimório etc e tal

      Exercício: 1º RGP
      Início:
      Fim:
      Estado físico:
      Estado emocional:
      Relato:

      Exercício: 2º RGP
      Início:
      Fim:
      Estado físico:
      Estado emocional:
      Relato:

      • Marilia Gil

        Como não te amar, né nom? <3

        • Juliana P.

          é nóis que avua, bruxona!

      • Gostei do RGP. Acrescentei as cores dos chacras às vogais, aconteceu automaticamente.

      • Rafael Nunez

        Gostei MUITO do RGP. Estou testando de várias maneiras, e anotando os resultados. A cada dia me surpreendo mais.

        Obrigado a todos os envolvidos por essa iniciativa, estou amando o podcast. Foi graças ao Mundo Freak que me interessei por Ocultismo e o Magickando veio no momento certo pra eu mergulhar de cabeça. Valeu, galeris

    • Anderson Arndt

      Só consigo ler RPG

      • Chibi Carol Martins

        Hahahaha isso é coisa do satã, consome sua alma e te vicia =P
        RGP o propósito é te libertar ahahaha
        =P

    • Chibi Carol Martins

      O Link não está abrindo, não sei se é só no cel ou se o site saiu do ar. =/

    • Adriano Rodrigues

      Ju, esse site é confiável? Vou testar aqui, mas sempre fico com pé atrás com certos tipos de sites.

      • Juliana P.

        oi Adriano! esse site é o oficial da Iluminados de Thanateros (só se você tiver trust issues com os caoístas! 😉 )

        • Adriano Rodrigues

          Beleza, valeu o esclarecimento.

  • Eta Carina

    Episódio muito bom! =D
    Estou fazendo os exercícios de imobilidade e respiração, e posso afirmar que mesmo sem fazer nada de mágico ainda, estou sentindo a diferença. Por anos e anos sofri com ansiedade, pesadelos e posterior dificuldade de lembrar sonhos, o que atrapalhou bastante as sessões de terapia que fazia.
    Independentemente de fazer magia ou não, vou levar esses exercícios para vida.
    Valeu!

    • Marcos Keller

      respiração consciente, as técnicas de Pranayama são Essenciais!

      indescritível como uma parada assim faz tanta diferença

      • Eta Carina

        Sim! Faz mesmo! Continuarei praticando e vou pesquisar mais.
        Muito legal a parada dos mantras também. Achava tudo hiponguisse, mas vou deixar os preconceitos de lado e praticar.

  • Olá a todos!

    Muito legal o episódio, achei bem legal todas as dicas e discussões do episódio. Inclusive, tem algumas práticas indicadas que usa em treinamento mediúnico e achei bem interessante.
    Vou comentar alguns pontos:

    1) Sobre a PNL, o episódio foi de encontro a uma percepção minha. Gosto de estudar hipnose, magnetismo, mesmerismo e similares. Ao ler sobre PNL, reconheci diversas técnicas de auto-hipnose – sendo que a hipnose foi só um destacamento de técnicas do mesmerismo e do magnetismo -, e achei muito zoado e passei a considerar seus criadores grandes pilantras que pegaram um monte de coisa existente e deram um jeito de ganhar dinheiro. Obrigado por dar mais elementos para confirmar minha opinião.

    2) Estudei Wicca uma época, e a coisa de desconstruir-me com a noção de Deusa foi muito importante para mim. Gosto muito de ecologia, até por toda a coisa da Eco 92, somado a coisa de umas práticas familiares, como usar ervas, orar dentro de mata, observar movimento da água e da natureza… Não sou a pessoa mais ligado à natureza e mato, mas por uma atitude de respeito sobre o campo que você não conhece.

    3) Foi comentado de mudanças durante o ciclo menstrual. No caso de alguém biologicamente homem, quando não se tem atividade sexual, tomando masturbação como uma forma de sexo, há uma acúmulo de líquido seminal na próstata e acúmulo de espermatozoide, levando a inchaço do testículo levando a uma mudança na produção de testosterona, por isso considerei masturbação como sexo no sentido de limpar a próstata. Essa questão mexe no comportamento e, portanto, em todas as atividades. O quanto isso mexe nas práticas mágicas? Apesar disso dá margem a um episódio…

    4) Uma coisa na parte da concentração, acho que uma coisa legal é simplesmente buscar se concentrar em tudo que você faz. Exemplo, lavando louça e tentando simplesmente estar ali somente lavando louça. Acho que é um tipo de exercício possível fazer em qualquer local.

    5) A coisa de visualização de tela mental, eu treinava muito brincando na infância. Eu gostava de brincar sendo um personagem ou inventando personagens, aí imaginava os inimigos, fazia a trilha sonora com os raios de energia saindo da minha mão e por aí vai. É engraçado isso.

    6) A respiração também acaba sendo treinada no estudo de canto e instrumentos de sopro. Conhecer o aparelho vocal e todo o processo respiratório, as diversas formas de respiração e tudo o mais, ajuda muito a aprender controlar a respiração, essencial ao músico.

    7) Algumas artes marciais tinham práticas para também controle de “energias” físicas e mentais, então essas práticas ajudam muito, principalmente aquelas que se manipula chi, entre outros.

    8) O estado de não pensar é bem interessante mesmo, pratiquei muito por umas questões pessoais. Com a música isso ajuda bastante, no meu caso. Quando criança eu gostava de fazer isso para olhar a natureza, só olhar deixando todo o fluxo de pensamento passar.

    9) O negócio da mão comentado pelo Keller sobre a coisa da leitura de mão, estudei esse tipo de fenômeno como psicometria.

    10) No meio espírita, o que se descreveu como banimento é usado com o termo cúpula de proteção. Comigo, se eu fazer muito movimento com mantras, e tal, acabo me perdendo, sempre funcionou melhor usar mais visualizações somada a prática de não-pensamento mesmo. Só uso alguns movimentos em umas situações mais específicas, principalmente quando uma parte do corpo está zoada por algum motivo.
    A conscienciologia tem uns exercícios legais disso também.
    Faz muito tempo que não tendo fazer algo do gênero usando mantra ou movimento, vou tentar fazer o desse esquema indicado.

    11) A parte das anotações é bem legal mesmo, qualquer diário ajuda bastante mesmo. Em várias coisas da vida aliás.

    Muito legal o episódio.

    Tudo de bom a todos!

    Tiago

    • Camila Constantino

      O que você comentou sobre as artes marciais era exatamente o que eu iria falar: aprendemos sobre a concentração e manipulação da energia, o controle do corpo, meditação e não preciso nem dizer sobre a disciplina. Coisas que eu acho fundamentais na magia.

      • Sabrina

        Camila, qual arte marcial vc pratica ?

        • Camila Constantino

          Karatê estilo shotokan

  • Rafael Camelo

    A parte de visualização dos pontos do corpo do RGP, parece muito com os pontos de chakras da kundalini, mas sem os chackras da terra, na base da coluna e do céu no topo da cabeça… É isso msm produção? Ou num tem nada a ver uma coisa com a outra?

    • É isso mesmo! O RGP, além de um bom banimento, é um exercício simples de Kundalini.

      • Rafael Camelo

        Então dá pra fazer a kundalini no lugar dessa primeira parte?

        • Claro que dá, mas aí não vai dar mais pra chamar de RGP, vai virar outra coisa 🙂 É mais ou menos que nem fazer uma caipirinha trocando cachaça por sake e limão por morango. É uma delícia, mas não é caipirinha.
          No RGP essa descida e subida da “Kundalini” usando os 5 sons/cores para estimular os chakras tem a ver com as 5 linhas do pentagrama. Por isso não faz tanto sentido fazer a Kundalini tradicional (com 7 pontos) e depois meter o pentagrama (com 5). Mas tenta aí, e conta pra gente como foi!

  • Aquaman, O Lego Emo

    Olar, pessoar.

    Parabéns pela iniciativa. Imagina o tanto de pedidos pra fazerem algo do tipo com o passar dos anos, pelos temas que o MFC sempre tratou e talz.

    Alguns dos pontos que vocês tocaram eu acho muito interessantes. O lance de medo e receio foi algo que passei (e ainda passo, mas em escala bem menor). Quando comecei a prática do RMP, mesmo nunca tendo sido cristão de fato, ou de seguir algo que apontasse diretamente “ah isso é do mal num faz”, bateu o medo/receio e foi só com a prática mais frequente que isso ficou de lado.

    Sugestão: Já que na lista de livros sugeridos tem a “Clavícula de Salomão”, seria bacana um pocast sobre Goétia. Confesso ter um pouco de preconceito pelo tanto de blogs que via na adolescência, blogs escritos por adolescentes trevosões relatando seu contato com os cramunhão bolados. Já tem aquele MFC lá onde o Keller abre um pouco das experiências dele com o lance, mas seria bacana ouvir outros relatos (se houverem né…) da Ponzi, do Vinícius, etc.

    Grande abraço.

  • vinicius gardi braga

    Olá, seres magickos.
    Além de todo o conteúdo excelente, tenho algo a “acrescentar”.
    A tão citada banheta, também tem outro nome. Masturbanho!!!

    Praise the Sun!

    • Juliana P.

      eu
      não
      consigo
      parar
      de
      rir

  • Camila Constantino

    Boa tarde,

    Tem uma coisa que eu tenho que discordar, a Ju falou da dificuldade do contato com a natureza. Já escutei isso tantas vezes, bem vamos quebrar esse paradigma:
    Você que mora em um apartamento, sem varanda, bem pequeno. Tem uma janela que bate sol 3 horas por dia? Ótimo é só isso que você precisa.
    Você pode cultivar alguns vasinhos ali, mas aí você pensa: “eu vou esquecer de molhar”. Então a lavanda não gosta de muita água, nem requer muitos cuidados.
    Além dos muitos usos, as plantas são ótimas para você observar a influencia da lua e das estações do ano.
    Andar descalço na terra é uma delícia, mas mexer nela também recarrega as energias.
    Não vou me estender no assunto porque eu me empolgo, Se precisarem de dicas é só falar.

    Abs

    • Juliana P.

      Oi Camila, tudo bem? Faz tempo que vejo você comentando nos casts, mas nunca bati papo com você. 🙂

      Você tem toda a razão, foi isso mesmo que eu quis dizer 🙂
      Talvez por causa de alguma edição tenha ficado meio “corrido”, mas quando eu falo que ser bruxa de cidade é uma merda, é porque, NO MEU CASO, no momento estou sem espaço suficiente pra produzir certas coisas. Por exemplo: eu estou já a um tempão querendo produzir algumas pomadas e unguentos e eu não consigo, onde estou hoje, cultivar as ervas que preciso pra isso. Sempre preciso comprar/pedir pra alguém e isso me deixa brava. Se você perguntar pro pessoal do cast, eles vão falar que eu sou a “louca das plantas”: tenho planta até onde dá. Mas meu descontentamento é justamente por não poder produzir o que quero, nesse momento.

      O exemplo “pé no chão” usei, exatamente, pra ilustrar pras pessoas o quão fácil é você estar em contato quando precisar, sem muitas complicações!

      Obrigada por seus comentários e um abraço! 🙂

  • vinicius gardi braga

    Tirante a zoeira do comentário anterior, preciso comentar algumas coisas que eu estava sentindo.

    Sempre tive vontade de aprender magicka, mas nunca tinha pensado em um real motivo, sempre era por futilidade e adolescentices.
    Se passaram alguns anos e agora, aos 23 anos de idade, me sinto “preparado” para começar a engatinhar nesse conglomerado de informações e sistemas.
    De alguns anos pra cá, venho sentindo muita pressão e tenho estado muito tenso. Com esses conceitos e exercicios básicos, pude ver sentir algumas melhoras, tais como: a respiração e a concentração.
    Sei que o minimo avanço é bem vindo. Claro que necessita de bastante estudo e prática.

    Obrigado por fazerem o “Guia pros cabações das galáxias”, mostrando como vocês fazem e aumentando a gama dos caminhos. O Conhecimento é uma dádiva.

    Ps: sei que pode parecer bobo, mas ao fazer o RGP eu tive uma sensação de paz que não consigo mensurar.

  • Caco Oliveira
    • Juliana P.

      UM CORAMÃO, SÓ PRA MIM?
      Assim eu fico tão emocionada…! <3

  • PorKrypton

    Não passa um puto de um episódio sem envolver política…
    tirando isso, tá foda.

    • Marcos Keller

      aguarde xovén.

      • PorKrypton

        nois, Keller.
        Já tá planejado um podcast sobre goétia?

  • Marcos Keller

    • Sabrina

      Caralho eu amo esse filme!!! Eu indico pra todo mundo mas ngm vê hahha

  • Vidal W.

    Eu faço isso só pelo conhecimento, n tem nenhum motivo nobre. A única coisa q eu quero é descobrir as coisas.
    Eu saí de um ateísmo mt forte e cientificista, ainda não obtive resultado algum na magia, mas vamos aí.

  • Vidal W.

    Ainda estou no minuto 01:05:13, não ouvi o podcast todo, então n sei se falaram desse livro.
    Tem um livro mt interessante que ensina a árvore da vida e o cacete: http://static.tumblr.com/jstn12f/THEnkx2of/um_manual_pratico_de_magia.pdf

  • Vidal W.

    Seria legal um podcast sobre wicca com a opinião de alguém de dentro.
    Um sacerdote wiccano confiável: https://ask.fm/AgathosAthenodorosTcs

    • Marilia Gil

      E o Agathos super curte Magia do Caos!
      Aliás, ele conhece a Tupá, pelo o que eu vi no facebook…

  • Marilia Gil

    Sou wiccana e adoro o Mundo Freak, Ponto G, Foco de Pestilência e estou amando o Magickando (inclusive me tornei uma apoiadora graças a esse podcast pq, mano, é mto amor <3 ).

    Só uma coisa: a wicca diânica, não é uma religião SÓ para mulheres, Diânica, aqui, significa só uma maior ênfase na Deusa, tanto que aquela mesma pessoa que foi ordenada pela Z. Budapest tbem tem uma tradição Diânica e, antes disso era de outra tradição também diânica. Não sei se isso do dianismo ser para homens e mulheres é uma coisa só brasileira mas já ouvi muitas pessoas falando que a Z. Budapest é meio extremista tanto que na tradição dela a grande maioria não só são mulheres como tbem são lésbicas. Polaridade zero nos ritos e na vida.

    • Juliana P.

      Mas Marilia, eu disse que as SACERDOTISAS são apenas mulheres… não disse que a religião é só pra mulheres. 😉
      O cara ter sido elevado a esse “cargo” causou nas pessoas uma grande revolta, indignação e tal. Foi isso o que eu estava relatando e contando pro pessoal 🙂

      • Marilia Gil

        Ju (sua linda), aqui no Brasil, nas tradições diânicas tem ambos, homens e mulheres sacerdotes (mesmo pq tem um povo que defende que para ser wiccano vc TEM que ser sacerdote. Ponto. Oi?). Por isso que disse que não sei se isso é uma pratica só tupiniquim ou se ocorre em outras partes do mundo…

        E sim, lembro do frisson do cara ter sido ordenado mas, né, ele não só entrou como já ordenou outro homem na tradição da Z…. Entendi nada disso…

        • Juliana P.

          Então, mas você concorda que é um frisson desnecessário justamente porque AQUI NO BRASIL É ASSIM?
          E lá fora continua sendo só mulheres…

        • Juliana P.

          eu tenho uma preguiça de gente que quer polemizar tudo
          se a Z quis, ela vai lá e faz, ela tem poder dentro da Tradição pra isso
          não sei o porquê do povo rasgar o c… com o dedo pra uma coisa dessas! rs

  • Gente. Eu recomendo escutar esse podcast 2 vezes. Porque claramente teve gente que não entendeu algumas partes.

    • Aquaman, O Lego Emo

      Play it again, Sam

  • Sabrina

    Me identifiquei com o Andrei! Hahaha sou MUITO ansiosa 🙁
    Faço aquela leitura dinâmica quase engolindo as palavras, acho que entendi e quando vou tentar fazer me perco kkkk
    Mas isso é algo que quero muito melhorar e acho que os exercícios vão ajudar!

  • Vinícius Antonio Cavalcanti Ma

    Desde o final da tarde eu estava com a música da batata na cabeça, aí vou escutar o Magickando e a Ju canta ela na abertura!, Kkkkkkkkkkk

    • Juliana P.

      DE NADA! 😉

  • Victor Hugo

    Qual é o nome do ritual que a senhora Penumbra disse que pratica? Ela falou a só a sigla, acho que era MMM.

    • Liber MMM está dentro do Liber Null e o Psiconauta. Tmb tem posts sobre do Keller no site.

      • Victor Hugo

        Vlw, tenho que parabenizar o podcast, deu vontade de começar a praticar, sempre curti o assunto desde 2009 quando conheci o site do DelDebbio mas só ficava na teoria.

  • phelipe sans

    magickando já virou um dos meus podcasts favoritos, do qual não deixo de ouvir um ep. sequer !
    teve um momento do cast, que a Juh comentou que tinha algo a dizer sobre magia e arte, mas com o decorrer do assunto isso acabou não sendo dito..
    fiquei muito curioso com essa parte, poderia escrever algo sobre isso aqui, juh ?

  • Primeiro desculpe, eu queria soltar alguns pensamentos que me vieram depois de ouvir vocês falando sobre os hábitos. Eu fumei por 6 anos e a 6 meses parei de fumar, parei porque eu quis, não foi descobri nenhum problema de saúde ou algum habito novo que surgiu em conflito com o fumar.. o que eu quero dizer é que não teve nenhum fator explicito que me fez parar (eu sei que pode ser algo inconsciente). O ponto que eu queria chegar é que sempre tive pra mim que as minhas vontades (como fumar ou comer um chocolate) que essas vontades são como um anuncio de guerra contra o EU (o EU sendo a minha pessoa pensando no que eu preciso). O EU não precisa disso, mas existe essa vontade que “deve” ser enfrentada. Fico sempre EU vs Vontade. Queria perguntar essa noção é comum ? Comum para todo mundo?

    PS. Vou começar o LIBER RGP, vamos ver o que dá.

    • Oi Yuri! Eu já acho que o EU não existe, então sua definição já não é comum para tooooodo mundo. 🙂

  • Velho Retrato

    Andrei não fala assim com as pessoas! Não importa se vc conhece elas a um eternidade.

  • Qual a religião oficial do Mundofrikistão?

  • Eduardo Gorgone

    Quem disse que precisa ir pra Roraima pra dar de cara com uma onça? Aqui no Trevo de Cananeia com Pariquera Açu, Vale do Ribeira – SP, ha poucos meses teve um ataque a um cara que supostamente esperava um onibus. Eu mesmo já vi onça em trilhas turisticas quando atuei como Monitor Ambiental no Parque Estadual da Ilha do Cardoso. Precisa ir pra Roraima não, galera. Cananeia é bem mais perto.

  • Jean de Oliveira Quevedo

    Ouvi este podcast ontem. Achei muito importante este podcast por dois motivos. Primeiro que pra quem esta começando sempre é bom ter uma visão mais aberta sobre o assunto, uma vez que algumas orientações moldadas de acordo com uma tradição ou modus operandi de alguma ordem ou sistema podem atrapalhar na busca (acho que entra naquele lance dos guardiões).

    Segundo que para quem é solitário e ja esta nesta há algum tempo é extremamente importante verificar pontos de vista de outros magistas. Eu, por exemplo achei ESSENCIAL os comentarios do Keller e do Sr. Penumbra (sempre me foge o nome dele) sobre as práticas. A questão da tela mental é algo tão simples que quase não se comenta, mas muita gente se aproxima de praticas de visualização esperando resultados sobrenaturais e isso não é certo. A questão da regularidade comentada pelo Sr. Penumbra tbm foi algo precioso para mim, um lembrete que devo seguir a pratica, não parar nunca.

    Sei que o lance de ficar pedindo e sugerindo coisas é meio chato mas seria demais um compartilhamento de registros em diario magicko (registro de exercícios apenas).

    Pronto. Prometo que n peço mais nem encho o saco

    Parabéns mais uma vez!

  • Lucas Drummond

    Estudo magia há algum tempo e concluí que ela é composta de autossugestão e coincidências não provocadas, assim como qualquer outro esoterismo.
    No entanto, continuarei escutando o podcast, você são legais.

  • Flávio Ferreira

    Okay entendi !
    Irei abrir mão de algumas práticas de banimentos e equilíbrio , rituais do pentagrama e retornarei a pratica do Ritual Gnóstico do Pentagrama , o exercício de imobilidade do corpo conforme escrito no Liber MMM … Vocês são esclarecedores e para investigadores (a) que gostam de compreender , meia palavra basta .
    E as vezes começar algo diferente é bom isso já uma demostração de remover um hábito e adicionar um novo ” positivamente “! ?

    • Isso mesmo, Flávio, ficar só fazendo ritual do pentagrama, apesar de ser melhor do que nada, não leva a lugar nenhum. É preciso experimentar outras coisas, por mais simples que pareçam!

  • Flávio Ferreira

    Este episódio foi esclarecedor ??

  • Flávio Ferreira

    R.G.P
    Início : Término :

    E F :

    E E :

    Relatório

    Imoblidade do corpo

    Início : Término :

    Tempo cronometrado :

    E F :

    E E :

    Relatório

    Feito desta forma está bem ?!
    Gostaria de saber …

    • Parece promissor, mas eu colocaria um banimento depois também.

    • unJa suimF

      Olha perdao a pergunta, Oque significa RGP, EF, EE? (eu acho que o rgp e o ritual gnostico do pentagrama mas e so achismo)

  • Goruken

    O maximo que pasei perto de ocultismo foi quando moleque fiz um pentagrama de fósforo e toquei fogo depois de apagar figou a marca no chão que não saia por nada , comedo de minha mãe vê como um bom católico, passei uma mao de cimento para esconder. Vocês estão me tentando.

    Sobre goethia tem um anticast de entrevista com magos um relata sua experiência, por mais tentador que seja lembro de como Constantine se fuuu mexendo com isso

  • Marcos Keller

    Ah, o roteirinho da Rosæ Rubeæ et Auræ Crucis da Golden Dawm

    https://www.hadnu.org/publicacoes/263-os-documentos-de-a-a-z

    • Rafael Nunez

      Valeeuus~

  • Posso fazer um caderninho virtual? Acho que não sei mais escrever com caneta.

  • Scott Pilgrim boladão

    Ola a todos!
    Eu queria saber: com qual idade os participantes começaram a estudar/praticar magia? Tenho 18 anos e comecei a ficar curioso sobre o assunto. Eu sei q parece idiota vindo de um noviço como eu, mas ainda da tempo de entrar nesse mundo e pratica magia com propriedade? Se sim, é recomendado um intensivão?
    Adoro o podcast, vcs tão de parabéns. Obrigado desde já

    • Opa! 18 é uma idade ótima. Tem gente que começa já macaco velho e se dá muito bem. Cedo demais é complicado porque… porque menor de idade não pode fazer nada. 18 é legal!

  • unJa suimF

    Alguem tem alguma dica pra Nao-Pensamento? Assim eu queria entender se o nao pensamento e para pensamentos do dia a dia (contas, problemas), ou para o tudo, tipo eu estou treinando de olhos fechados, e pensando em coisas aleatorias por exemplo: eu em uma sala branca. Estou fazendo de forma errada?

    • SIm. Não pensamento é não pensamento. É pra (tentar) não pensar em nada. É difícil mesmo, não é você que é um fracasso. Mesmo com treinamento não é uma coisa fácil.

      • unJa suimF

        Eu posso avancar no livro enquanto tou praticando o MMM? Ou so depois que eu achar que eu achar que ja estou muito bem em todos os exercicios?

        • É melhor estar minimamente competente em um exercício do MMM antes de pular para o próximo. Senão é meio que querer sair dirigindo Fórmula 1 sem nunca ter feito auto escola.

    • unJa suimF

      Dica: E realmente dificil… eu fiquei umas 18 horas praticando pra conseguir, se alguem quiser uma dica, EU fiz de olhos fechados, sentado, pernas cruzadas, mao nas coxas, e sempre que eu conseguia eu prendia a respiracao forcava os olhos fechados pra cima e e isso ai ficava por volta de uns de 2 a 6 segundos ai somente depois de uns 2 minutos eu conseguia novamente… mas e isso cara se tu conseguir mais de 20 segundos voce e muito bom nisso ou praticou demais

  • Gabriela Sertori

    Mais alguém tem problemas de bocejo ao fazer o mmm? Mesmo com os exercícios de respiração e mudando os horários (não faço antes de dormir) eu bocejo umas 3 vezes em apenas 10 min, já se passou mais de uma semana.

  • Homero Luz

    Fiquei com uma duvida, o Keller estava nu, mas de cacete na moto, todos nós sabemos que o motociclista deve prezar pela segurança

    • De cacete ou de capacete?

      • Homero Luz

        Capacete, maldito teclado do celular, ficou mais estranho ainda, corrigi para não parecer tão estranho.

      • Little John

        mano a quinta serie fala alto nessas horas

  • Ramon Braz de Moraes

    Posso ser ateu agnóstico e ter práticas mágicas afim de melhorar coisas como concentração, memória, saúde mental, etc?

    • magickando

      Não. Se você for ateu vai a policia do ateismo rasgar sua carteirinha. haha

      Mas sério agora. Não posso prometer nada disso, se prometesse entraríamos na categoria de charlatões. Mas conhecendo alguns que praticam, diria que existe a possibilidade de melhorar a qualidade de vida sim.

    • Sim, no seu caso a prática mágica que você está buscando é meditação.
      E qualquer ateu agnóstico pode tirar proveito de magia se considerar como uma tecnologia para controle do próprio subconsciente, e não uma forma milagrosa de afetar o mundo ao seu redor.

  • Olá, conheci o MundoFreak há algum tempo e agora o Magickando… Parabéns pela forma como abordam esses temas! Já tive vários contatos com o que chamamos de ocultismo e sempre me incomodou um pouco o clima meio religioso com que esses assuntos costumam ser tratados. Vocês conseguem equilibrar bom humor e seriedade, respeito e galhofa, para abordar esses temas. Continuem com o belo trabalho!

  • Cketh Costa

    Após ouvir o episódio fiquei aqui encucada… O Yoga pode ser considerado magia? Ouvindo, consegui relacionar alguns exercícios a muitas práticas de yoga que faço…

    • Para mim, sim, principalmente considerando que Yoga não se restringe a Asana, mas também Pranayama, Dharana, etc.

  • Marcelo SEP

    Qual a periodicidade do cast?

  • Amanda Gaspar

    gente queria começar a estudar wicca, me ajudem amigos com a bibliografia e grupos de estudos <3 obrigada!!!

  • Ana Da Rocha Kurata

    Olá, vcs pediram pra anotar para que eu quero fazer maxia
    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=10155837250372774&id=752822773
    (É uma tirinha pra fazer graça, ok?)
    Mas falando sério estou adorando o cast
    Sou cética e amei os pontos de vista de vcs sobre magia, muito pé no chão!
    Ainda estou flertando com a idéia de começar a praticar, por enquanto estou parecendo um guardião do portal ^^’
    Abraços

  • Leonardo Dolny

    Gente, me desculpem se eu estou sendo preciosista, cuidadoso em excesso ou apenas muito burro.

    Mas como eu devo desenhar o pentagrama? Vi nas internets que dependendo da direção em que eu desenhar a linha ele pode ter um significado diferente (invocando/banindo).

    Faço na direção do “invocando” pela manhã e do “banindo” ao fim do dia, faço o inverso ou tanto faz?

    PS: esse documento é confiável?
    https://minhateca.com.br/RaphaGomes25/Goetia/O-RITUAL-GN*c3*93STICO-MENOR-DO-PENTAGRAMA,986110969.docx

  • Larissa Portela

    oi queridíssimos do Magickando! eu cheguei naquela fase difícil da faculdade chamada: TCC. na verdade, por enquanto estou fazendo o projeto do meu TCC, mas cismei que queria fazer um documentário sem nem saber um tema ainda ¯_(ツ)_/¯

    com muito custo e dificuldade, escutando exatamente esse episódio, eu cheguei ao tema do meu documentário (que já deveria ter sido escolhido no mês de setembro hahahaha).

    quero falar sobre magia!

    mas pra falar sobre magia, além de ter as fontes aqui na minha cidade pra me dar as entrevistas sobre o assunto (que o universo me ajude), eu preciso de fontes pra minha bibliografia, e gostaria de pedir a vocês uma ajuda com essa parte, com indicação de autores, livros ou artigos sobre o assunto.

    vou agradecer imensamente, com direito até a agradecimentos no trabalho final.

    PS: estou adorando o Magickando, gosto muito do Mundo Freak, e esse podcast aqui está me ajudando a sair da fase “me interesso pelo assunto” e ir direto pra prática, vocês são sensas ~insira aqui um sinal do Ronaldinho~ (além de estar me ajudando também no TCC. que as deusas, deuses, entidades, seja lá o que vocês acreditem, abençoe vocês hhashashjahjs)

  • Jeronimo Goullart

    QUE PODCAST É COMENTADO A PARTIR DOS 18 MINUTOS E 50 SEGUNDOS ?

  • Henrique Vieira

    Gente eu fiquei com uma duvida sobre o RGP se alguem puder me ajudar agradeço (mesmo eu comentando aqui mega atrasado rs). Quando se faz o quarto pentagrama no ar é dito no guia q é preciso voltar à posição inicial. Isso significa redesenhar o primeiro pentagrama ou ficar de pé parado como no inicio? Valeu valeu <3

    • Diego Fioroto

      Mano, pelo que eu entendi, não é a posição inicial… mas quando você chegar ao “ponto de partida” (que seria esse quarto pentagrama) aí você repete do item 2 ao 7… É isso? ou também entendi errado? rs

      • Henrique Vieira

        então, isso eu entendi. mas fiquei na duvida se eu tenho q fazer novamente o primeiro pentagrama no final ou não rs.

  • WetStream

    Parabéns!

    No RGP existe um vértice certo para iniciar o desenho do Pentagrama? Tipo: início no vértice da ponta superior para o inferior direito do observador (som I) – vértice inferior direito para lateral esquerdo (som E) – vértice lateral esquerdo para lateral direito (som A)…

    • Marcos Keller

      Vai pelo que lhe parecer mais certo e confortável

      além de funcional, claro

  • Thiago Lima

    Olá, seria possível passar essa técnica do Pranayama para lidar com dores estomacais?

  • Cook, redditor mainstream

    Eu gostei do programa mas me deixou em contradições pessoais G_G.

    Rola ser um ocultista ~médio~ sem acreditar em forças da mãe terra?

    Eu pessoalmente acho toda a ideia de se comunicar com a terra uma grande bullshit por não conseguir considerar a terra como um ser consciente e/ou com vontade própria ou ainda mesmo que gere alguma energia espiritual[?] que vá ligar os ecossistemas e gerar magia. Eu acho que o ponto onde vocês falaram sobre meditação bem interessante porque eu acredito que tenhamos controle em certo nível de coisas que acontecem ao nosso redor, muito por conta da minha diretriz principal que aponta cada pessoa como centro do próprio universo e blá blá blá[ [insira uma relação disso x teoria da simulação que não vou explicar aqui pq o scicast é pra lá >].

    Outra coisa que o Marcos Kelly falou foi a analogia com a floresta não pavimentada. Vão existir diferentes caminhos, feitos com ferramentas diferentes por pessoas diferentes, o destino final é o mesmo?

    ps: qual o nome do filme que a Ju(ou a Livia) falou? O coreano com dois espíritos.