PENTAGRAMA-FOGO-JOFRA

Estudando o Liber Null #05 – Liber Lux: Gnose ou Como Fazer os Baratos

Hail!

Praise o que funciona folks!!!

Magickando Começou!

Se quiser (e você quer, eu sei) ler as partes anteriores dessa coluna, clique para ver a introdução AQUI, sobre os exercícios do Liber MMM AQUI,

Dies Lunii – 8 de maio de 2017 – Suzano-SP, sala de aula, intervalo de atividades. Dia de Sol porém frio, tudo sob controle.

Diapungente, 55º dia de Discórdia YOLD 3183 / Sol 18 Taurus 04 – Lua 21 Virgo 05

Apesar da segunda feira mundana, sempre que ela bate com o Diapungente do calendário Discordiano (Hail Éris!) parece que ela é menos cansativa. Dormi tarde pela gravação de um Comicpod mas estou bem disposto. Sinto uma energia, talvez não criativa, mas de realização. Banimento inicial feito. Aproveitando a expressão de Touro+Virgem para expressar trabalho, organização e adiantar o máximo as postagens sobre o Liber Null.

GNOSE (Liber Null p.33-37)

Já vamos falar sobre gnose, o que é e como alcançar, mas antes é bom sacarmos mais umas coisinhas. Há, este texto deve ficar longo e denso. Prepare-se.

Até esse momento, se você ja pegou firme nas práticas de banimento e arriscou (estou orgulhoso se sim) a materializar seus desejos pela Vontade e pelo Sigilo, você deve ter sacado que na hora de efetivavemnte fazer algo Prático-Magicko você parece com outra pessoa e não o você habitual. Rolou isso? Se sim ou se não, pegue o seu Diário Magicko/Livro das Sombras/Grupo solitário no Telegram e desenvolva alguns pensamentos sobre isso, sobre se era você ou não e o que você acha disso?

Então, a questão é que na hora da magia você da uma leve distanciada tanto do mundo material/konsensual quanto da expressão mais comum de você mesmo. E se você já esta conseguindo isso, é um puta avanço, se ainda não rolou, relaxa por que vai.

Enfim, para a magia alcançar é necessário focar a Atenção e a Vontade em uma direção, e na nossa civilização essa parada é bem complicada pela loucura de estímulos, cores e informações com as quais nos relacionamos. Não digo que é preciso ser um eremita fisicamente falando, mas é preciso saber ser mentalemente falando, e aprender isso é no Liber Null a Gnose.

A palavra gnose originalmente vem do grego e esta ligada ao conhecimento, normalmente ao autoconhecimento. O Pete chama de Gnose o processo de parar o diálogo interno, de aquietar os estimulos, de focar em uma única coisa, o estado de não-mente, de silenciar o racional e o processual. O ocidente parece ter associado esse processo de silenciamento a meditação passiva, e a medicina recentemente “descobriu” essa prática oriental e os beneficios na modernidade de saber filtrar os estímulos e informações que nos rodeiam e a chamou de Mindfulness, a Atenção Plena em pt/br.

(Play em um momento de viagem. Pensa só que engraçado e complexo que é para a mente humana, somos básicamente os caçadores-coletores do passado, nossa mente esta sempre em alerta e capturando estímulos pois é assim que ela se desenvolveu para procurar alimentos e escapar de predadores, só que a não ser que você viva na zona leste de SP, em Belfort Roxo no RJ ou em locais semelhantes, seu predador não é mais físico, são as propagandas e ideias que se adaptaram para te capturar e coptar, moldar sua preferência e comportamento se aproveitando do nosso sistema de captação de informações desenvolvido evolutivamente para a sobrevivência. Pausa na viagem)

Deixa eu tentar traduzir ainda mais essa parada. Imagine o processo mágico como sendo você um computador que pretende programar a si próprio, porém não é possível fazer isso no sistema usual e comum, na realidade konsensual, é preciso entrar no “modo administrador” da parada, um local que a nossa criação e vivência foi bloqueando o acesso livre por “segurança”, as propagandas, mídia e outras coisas influentes e impactantes possuem técnicas para acessar não o “modo administrador” mas canais que se mantém com brechas abertas, aproveitando de impulsividade, do emocional e outros locais com filtros mais tênues ou “firewalls mais fracos”. Nessa alusão a propaganda atua como um “vírus” (os sigilos também), pacotes de códigos que se infiltram no seu código principal modificando-o. Fazer um rito mágico é acessar o “modo administrador” fazer o que precisa e voltar o modo de “usuário do sistema”. A Gnose é o comando que permite o acesso ao “modo administrador”, quanto melhor for nela, maior o seu tempo e profundidade de acesso. Espero que tenha ficado mais claro.

A magia do caos pensa a gnose de uma forma levemente diferente, podemos sim buscar o silenciamento de nossa torrente interna para a atenção plena, permitindo que apenas a ideia/objetivo mágico transcenda, ou podemos chacoalhar esse rio interno criando um maremoto desgraçado e fazendo o sistema pedir arrego e silenciar por shut down. E isso é bem bacana.

Modos de Gnose

Para o Pete, para a Magia do Caos e para mim, existem duas “escolas” de Gnose, a Inibitória, que consiste em negar, silenciar, infiltrar, disciplinar a mente, a meditação clássica se enquadra aqui, e o modo Excitatório que é uma grande “novidade” introduzida pela magia do Caos, assim este método envolve o movimento, o estímulo, a sobrecarga, sensação, é um processo de carregar tanto os canais perceptivos que o seus modo konsensual de relação com o mundo pede arrego e desliga por algum tempo.

O Liber Null caracteriza as formas de gnose em dois campos, e as expressões nestes campos são extensões da mesma ára/região. Por exemplo, a Postura da Morte é complementar/oposta à Excitação Sexual, o Transe Mágico/Concentração à  Agitação Emocional, A Privação à Dor, Tortura e Flagelo, o Olhar Fixo à Derrivé Magicka, e por ai vai… Vamos a algumas dicas práticas de ritos de Gnose para você tentar na segurança do seu lar:

Métodos Inibitórios 

  • Postura da Morte – Consiste em bloquear os sentidos o máximo possível, reduzindo a respiração e parando os movimentos. Como método simples entre em um espaço escuro, cubra os olhos, o rosto com um pano, mãos, ouvidos e tudo o mais, não fale e concentre-se em reduzir a respiração ate que ela fique como em um sono pesado, não mova a língua ou engula saliva, fique simplesmente imóvel. Somente respire, o silêncio mental vêm após algum tempo.  Oposto/complementar ao Método da Excitação Sexual.
  • Transe Mágico/Concentração – Todas as experiências do Liber MMM se enquadram aqui, bem como a meditação, segue uma proposta inicial de como meditar:

Reserve 30 segundos para cada um dos seguintes passos; Faça isso 3 vezes ao dia: 1- Pare no meio de alguma atividade cotidiana. Traga a atenção para a sua respiração, nas sensações em volta do seu estomago, a maneira que ele infla quando inspiramos, a sua volta a posição original quando expiramos; 2- Sinta as sensações corporais que ocorrem nesse momento, tensões musculares, dores, qualquer sensação e não tente modifica-la, apenas tome nota da sua sensação; 3- Tome nota das sensações que você esteja experienciando, por exemplo: “Estou agitado” ou “Há agitação”. Não tente modifica-la, aceite-a; 4- Traga a sua atenção ao seu corpo, às sensações e como você esta as experienciando. Conecte-se com elas, sem julgar ou comentar e apenas respire com elas. Permita-se apenas estar e relaxar com qualquer coisa que esteja presente.

  • Privação de Sono/Comida/Exaustão – Técnica muito utilizada por cristãos e monges em geral, normalmente chamada de Jejum de fé ou algo assim. A base é você sacrificar essa “mortificãção do corpo” para o objetivo final, é preciso sempre ter em mente o que você quer enquanto faz algo assim. Uma proposta ritual é você dedicar umas 12 horas (se sua saúde permitir) de privação ao seu objetivo, recitando ou observando o sigilo ou o intento a cada 30 minutos ou no máximo 1h, e dedicando 5 a 10 minutos para ele.
  • Olhar Fixo – Foco em um único objeto, ignorando o que há em volta. O Exercício de usar uma vela como foco e posicionar logo atrás dela o sigilo ou simbolização do intento é uma forma bastante eficaz de energização, ou focar a atenção no próprio simbolo.
  • Indutores de Transe – Sempre complicado, a não ser que você tenha talentos farmacológicos ou uma longa tradição no uso de ervas essa parada é bem complicada, qualquer uso escessivo de drogas podem causar depressão, confusão, perda de controle e misticamente, o rompimento momentâneo do acesso consciênte ao Kia. Obviamente, esses efeitos são generalistas, cada erva ou combinação pode ter um intento próprio. Eu uso como um indutor, um facilitador breve, e indico coisas leves como Rapé, Chá, fumo e coisas assim.
  • Privação Sensorial – Versão Motherfucker da Postura de Morte, é trabalhosa e se for faze-la o ideal é delinear um tempo limitado e que a privação seja total, todos os sentidos. É possivel realizar essa técnica entrando em uma câmara com um pouco de água ou se deitando em uma piscina no escuro, um caixão efetivo, ficar imóvel ao ar livre ou entrar em uma caverna completamente escura (cuidado com cobras, aranhas e kobolds). Se tiver amigos que levem a sério, encenar seu enterro como parte do rito é bem bacana tbm, vai por mim. O tempo máximo que aconselho, e acho que você não deve nem tentar fazer  isso é de três dias. Mas 3 horas em privação total ja é uma realização sobre-humana. Tente 30 minutos.

Métodos Excitatórios 

  • Excitação Sexual – É muito bem descrita no livro, talvez por ser uma das formas preferidas pelo Pete. Antes de trabalhar com excitação acho interessante que você faça um minusciosado esquadrinhamente sobre a sua sexualidade, buscando despi-la das fantasias de massa e associassões muitas vezes danosas que nos submetemos, alcançar isso não é complicado, mas é necessário pensar e usar sensatamente a abstenção sexual, o tempo varia de indivíduo para indivíduo, mas creio que cerca de 21 dias na maioria dos casos é suficiente. Ah, seje sempre Virgem para o Kia, pense no significado desta afirmação. Pensado isso, esta Gnose é provavelmente a melhor forma de trabalhar com Evocação (falaremos melhor mais a frente) e Invocação (desde que você busque relacionar-se e incorporar esta energia/força, se tiver um parceiro/a, peça que ele incorpore a forma deus desejada), utilizando para divinação, é bacana ser esimulado e inibir o orgasmo, ou procurar o colapso orgástico, cansando o corpo. A Karezza que o Pete cita neste parágrafo consiste em, repetidamente, praticar a masturbação até bem próximo do momento do orgasmo, quando então suspende-se a estimulação. Isso é feito cinco, dez vezes, até que o corpo desista de atingir o orgasmo. E é exatamente nesse momento que a mente se expande para dimensões além da imaginação.
  • Agitação Emocional – Usar emoções como o Medo, a Dor, Amor, Aflição e especialmente a Ira. Emoções Ativas, que possuam a sensação de explosão e combustão.
  • Dor, Tortura, Flagelo, Dança e Canto – Usar a Dor e a auto-mutilação como gnose, ou fonte de energia mágicka pode ser interessante como teste e como experiência, pois existem problemas bem óbvios com relação a essa técnica, a mais clara delas é que caso seu corpo se “acostume” com esse tipo de Gnose, você pode acabar precisando ir cada vez mais longe, podendo causar danos sérios a si antes de conseguir algum resultado efetivo. Danças e Canto são expecialmente úteis em rituais, usos individuais espontâneos podem ser uteis como colaboração de outras experiências, tais quais a sobrecarga sensorial.
  • Derrivé Magicka / Forma Correta de Caminhar – É uma técnica com um nome bem esquisito na minha opinião, por isso gosto de chama-lá de Derrivé Mágicka, e ela não uma técnica ativa, mas sim meditativa, uma meditação pela excitação, que busca silenciar a mente em meio ao turbilhão. Consiste em caminhar por um longo espaço, deixando os olhos capturar elementos de tudo o que esta a volta, mas mantendo-os levemente desfocados (force ficar meio vesgo que vai), os dedos das mãos devem ser deixados em posições estranhas que permitam a tensão dos braços.
  • Chapação / Drogas Excitatórias, Alucinógenos leves, Hiperventilação forçada – Não é um método em si, mas um complemento metodológico, cuidado na dose e quantidade, você quer só precisa ficar “um passo acima” da realidade, não afundado em bad, depressão, confuso e na perda geral de controle. Exemplos de drogas Escitatórias: Nicotina, LSD e Álcool, entre outros; Com Drogas Inibitórias como Cocaína, Anfetamina e Ecstasy deve-se ter cuidado dobrado, pelos seus perigos inerentes e também pelo resultado comum dessas substâncias que muitas vezes prendem o individuo ao corpo, cortando o contato com Kia.  Sobre a Hiperventilação, tecnicas de respiração são muito úteis, tais como: 1) Inspirar, pelo nariz, profundamente, mas sem esforço, contando, mentalmente, até quatro, enquanto enche os pulmões de ar; 2) Manter os pulmões repletos de ar, sem forçar, enquanto conta, mentalmente, até quatro; 3) Expirar, pela boca, todo o ar dos pulmões, enquanto conta até quatro; 4) Manter os pulmões vazios, enquanto conta até quatro; 5) Repetir todo o procedimento por pelo menos vinte vezes; 6) Nesse momento, a pessoa já deverá estar com seus horizontes mentais bastante alterados e expandidos; 7) Tendo passado algum tempo (cerca de uma hora), a pessoa já deverá estar voltando “ao normal”, podendo, então, reassumir sua “mente comum”. Este exercício é tão poderoso que só deve ser realizado estando seu praticante sentado, sob risco de a pessoa perder o equilíbrio e cair, caso esteja em pé. Também não deve ser realizado deitado, pois deve-se evitar adormecer no curso de sua execução, este é o exercício de respiração “4-4-4-4”, outras opções de respiração são as “7-1-7-1” e “6-3-6-3”.
  • Sobrecarga Sensorial – é aplicar muitas técnicas simultaneamente. O exemplo do Pete no 3º parágrafo da página 37 é perfeito.

Gente. Dúvidas?

Na Próxima, Evocação e Servidores.

Sucesso.

Posts relacionados

Tags:, , , , , , ,
Post anterior Próximo post